O que vamos aprender

Por que as pessoas estão desesperadas por um convite a uma nova rede social que surgiu?

Mais uma rede social surgiu recentemente e tem ganhado grande repercussão, principalmente no meio do empreendedorismo digital, mas afinal de contas por que as pessoas estão tão desesperadas por um convite? O que essa rede social tem de tão bom assim?

Abaixo, a W3 Prime destaca alguns pontos sobre o aplicativo ClubHouse.

O que é o ClubHouse?

O ClubHouse é uma rede social só de áudios, disponível apenas para iPhone (iOS), para conseguir entrar na nova rede social é necessário receber um convite de um contato que já usa a rede, o que torna o app mais restrito para a grande maioria, tendo em vista que o número de convites é limitado.

Como Funciona o ClubHouse?

O app funciona por meio de salas em grupo em que os participantes só podem se comunicar por áudio, não é permitido envio de fotos ou mensagens de texto. Outro ponto de destaque é que tudo ocorre sempre ao vivo, como se fosse um podcast ao vivo e que não fica gravado, o que acaba gerando nas pessoas mais desejo de ficar por ali.

Qual o tamanho do ClubHouse?

O app foi lançado em março de 2020 nos Estados Unidos. Nos primeiros dois meses, a ferramenta já acumulava 1.500 usuários e era avaliada em US$ 100 milhões. Em janeiro deste ano, o valor de mercado da startup atingiu o valor de US$ 1 bilhão após a segunda rodada de investimento comandado pela Andreessen Horowitz. Isso mesmo, o aplicativo já se tornou um unicórnio em menos de um ano, detalhe ainda é que não têm um centavo de receita e nem têm expectativa de ter por um bom tempo. O ClubHouse, conta com algo em torno de 6 milhões de usuários, segundo o site GQ.

Vale a pena?

O benefício das redes sociais já é conhecido pela grande maioria das pessoas e não é de hoje, assim como tudo tem ponto negativos e positivos. Mas algo vem chamado a atenção, por que o desespero por chegar primeiro nessa nova rede? Alguns dizem ser por aquele ditado popular que diz que “Quem chega primeiro bebe água limpa.”

Mas será mesmo que é isso?

Na internet há pessoas vendendo convite para o app e outras tantas loucas para comprar. Existe relatos de pessoas passando horas dentro do app, virando madrugadas.

Então o ClubHouse é mesmo muito bom? Não necessariamente.

Para uma rede social quanto mais tempo seu usuário passa nela melhor é, e isso o app faz bem.

Contudo existe uma síndrome denominada de “Fear of missing out” (FOMO), basicamente se trata do medo de estar perdendo algo. E pelo comportamento das pessoas no app isso tem sido algo muito preocupante. Tais pessoas desenvolvem um senso de urgência cada vez maior de precisar estar tecnologicamente conectado. Uma maneira de não cair nessa armadilha do “receio de estar perdendo algo” é se questionar o que de fato se deseja através dessa rede social.

O que você busca no ClubHouse?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp